Agência de Turismo e Operadora de Turismo - Blog Nattrip

Tudo o que você precisa saber sobre o ecoturismo no estado do Rio de Janeiro!

O turismo de aventura e o ecoturismo no estado do Rio de Janeiro possuem uma realidade bem diferente dos demais destinos de aventura do Brasil. Quase todas as principais atividades de turismo de aventura e ecoturismo no estado do Rio de Janeiro ocorrem dentro de unidades de conservação municipais, estaduais ou federais, existem muitos poucos parques de aventura no estado. Nos outros estados do Brasil a maior concentração de atividades ocorre dentro de parques de aventura privados, que possuem regras estabelecidas pelo próprio estabelecimento. Quando as atividades ocorrem dentro de unidades de conservação as empresas, os guias de turismo, os condutores de turismo e condutores de visitantes precisam estar cientes e atuar de acordo com as regras de visitação e mínimo impacto das unidades de conservação, promovendo um turismo de aventura e ecoturismo com responsabilidade.

As principais atividades de turismo de aventura e ecoturismo no estado do Rio de Janeiro são:

O Vôo Livre de Parapente e Asa-Delta da rampa de Vôo Livre da Pedra Bonita, para quem não tiver coragem para saltar, a trilha ao topo da Pedra Bonita, partindo do mesmo ponto dos vôos, também é uma excelente opção.

Outros dois roteiros radicais que são ícones na cidade são a escalada do Costão do Pão de Açúcar e à Pedra da Gávea, sendo este último um roteiro de aproximadamente 8 horas de duração, mas que proporciona algumas das vistas panorâmicas mais admiradas da cidade do Rio de Janeiro.

O setor A do Parque Nacional da Tijuca, conhecido como Floresta da Tijuca, oferece algumas trilhas de exigência física variada, desde fáceis até difíceis. Entre elas estão a Cachoeira das Almas, o Circuito das Grutas, o Pico da Tijuca e o Bico do Papagaio. Vale a pena também passar pelo Centro de Visitantes do Parque, que abriga um Museu com exposição permanente sobre a história, flora e fauna do Parque Nacional da Tijuca.

Os esportes aquáticos também são um sucesso no verão. Os roteiros de SUP, como é chamado o equipamento de Stand Up Paddle, são abundantes, variando os locais de ocorrência desde a Praia Vermelha até Barra de Guaratiba. Os caiaques tomam conta da Lagoa Rodrigo de Freitas e da Urca. Há também boas opções de caiaque oceânico, com roteiros até as Ilhas Cagarras e também na região de Angra dos Reis e Ilha Grande.

Cidades serranas como Teresópolis, Petrópolis (Serra dos Órgãos) e Friburgo (Três Picos e Lumiar) também possuem atrativos e roteiros de tirar o fôlego, assim como todo a região dos lagos (Arraial do Cabo e Búzios) e da Costa Verde (Ilha Grande e Paraty).

O Rio de Janeiro possui diversas praças e parques espalhados pelas cidades do estado proporcionando diversas atividades para curtir com a família, amigos e até sozinho.

Confira as principais atividades de turismo de aventura e ecoturismo no estado do Rio de Janeiro: arvorismo, balonismo, trilhas e caminhada, trekking e caminhadas de longo curso, canionismo e cachoeirismo, canoagem, cicloturismo, ciclismo e MTB, escalada, espeleoturismo, kitesurfe, mergulho, observação da vida silvestre, rafting, rapel, stand up paddle, surfe, Tirolesa, Turismo equestre, Turismo fora-de-estrada com 4X4, Turismo fora-de-estrada com bugues, windsurfe e muito mais.

A falta de fiscalização é o fator mais preocupante para o mercado de turismo de aventura e ecoturismo no estado do Rio de Janeiro.

No mercado de turismo de aventura e ecoturismo no estado do Rio de Janeiro o fator mais preocupante é a falta de fiscalização das unidades de conservação. A falta de fiscalização causa diversos danos irreversíveis ao meio ambiente. Empresas, guias e condutores ilegais atuam de forma clandestina sem nenhuma fiscalização nos principais atrativos de turismo de aventura e ecoturismo no estado do Rio de Janeiro. Pernoites e festas em cume de montanhas onde não é permitido o pernoite ocorrem semanalmente sem nenhuma ação de fiscalização, como é o caso da Pedra da Gávea e Pedra Bonita.

Com o intuito de qualificar e profissionalizar o setor de turismo de aventura e ecoturismo no estado do Rio de Janeiro foi criada a ACTA – Associação Carioca de Turismo de Aventura. A ACTA é uma das associações mais importantes do turismo no Rio de Janeiro. Nela estão empresas, guias de turismo e condutores de turismo de aventura representando diversas atividades de aventura no estado do Rio de Janeiro. A missão da associação é estabelecer o Rio de Janeiro como um pólo mundial de Turismo de Aventura atuando em parceria e com apoio da ABETA – Associação Brasileira de Turismo de Aventura.

SAIBA TAMBÉM AS 10 ATIVIDADES MAIS PROCURADAS DE ECOTURISMO NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO.
ecoturismo no brasil

Unidades de Conservação no Rio de Janeiro

Unidades de Conservação no Estado do Rio de Janeiro

As regras e cuidados de respeitar as normas pré-estabelecidas das unidades de conservação, ética local e jamais negligenciar a segurança dos clientes são essenciais para a prática de turismo de aventura e ecoturismo. Através do Sistema Nacional de Unidades de Conservação – SNUC – os parques autorizam a visitação regulada por um Plano de Manejo, que contém as regras e normas para uso público das áreas protegidas.

“Unidades de conservação são esses espaços territoriais, incluindo seus recursos ambientais, com características naturais relevantes, que têm a função de assegurar a representatividade de amostras significativas e ecologicamente viáveis das diferentes populações, habitats e ecossistemas do território nacional e das águas jurisdicionais, preservando o patrimônio biológico existente.”  (Ministério do Meio Ambiente)

O Rio de Janeiro possui:

  • Atualmente 8.627 km2 do território do Estado do Rio de Janeiro (19,7% do total) estão protegidos legalmente por Unidades de Conservação. (2015)
  • 348 Unidades de Conservação no estado, 52 Federais e Estaduais, 296 Municipais, além de 149 Reservas Particulares do Patrimônio Natural e 57 áreas naturais tombadas pela União e pelo Estado. (2015)
  • O Mosaico Carioca na Capital contem 2 Federais, 4 Estaduais e 17 Municipais (2015). – Cristo Redentor e Pão de Açúcar como Patrimônios da Humanidade pela UNESCO. (2015)

O turismo de aventura e ecoturismo cresce a taxas de 15 a 25% por ano no Brasil

O turismo de aventura e o ecoturismo é o setor do Turismo que mais cresce no Brasil. Enquanto o turismo convencional cresce 7,5% ao ano, o turismo de aventura e ecoturismo cresce a taxas de 15 a 25% por ano no país. Acompanhando essa tendência, a Nattrip, nasceu no Rio de Janeiro com o foco nesse segmento. A cidade escolhida possui duas das maiores florestas urbanas do mundo (Floresta de Tijuca e Floresta da Pedra Branca), diversas lagoas, cachoeiras, parques, picos, reservas e mirantes naturais que formam uma topografia única no mundo, fazendo com que esse segmento turístico seja bastante diverso. Como por exemplo: escalada no costão do Pão de Açúcar, trilha no Morro Dois Irmãos e rapel no Bico do Papagaio.

A Nattrip trabalha com as normas ABNT-NBR15331 (Sistema de Gestão de Segurança), ABNT- NBR15285 e ABNT-NBR15398 (Condutores: Competência de pessoal), ABNT-NBR15501 e ABNT-NBR15502 (Técnicas Verticais), ABNT-NBR15505/1 e ABNT-NBR15505/2 (Produtos de caminhada), guias bilíngues e seguro para todos os participantes.

Turismo de Aventura e Ecoturismo é educação, conservação e sustentabilidade

O turismo de aventura e o ecoturismo é baseado na relação sustentável com a natureza, comprometido com a conservação e a educação ambiental, fundada nos conceitos de educação, conservação e sustentabilidade.

Seus 3 principais conceitos são:

  • contato com ambientes naturais;
  • realização de atividades que promovam a vivência;
  • experiência e o conhecimento da natureza.

O turismo de aventura e o ecoturismo também pode ser usado por instituições de ensino (Turismo Pedagógico) e empresas (Turismo MICE – Corporativo) como forma de educação, união, cooperação, amizade, ordem e respeito. Não existe momento mais oportuno para proporcionar lazer e simultaneamente obter valorosos elementos psicossociais como no ecoturismo e atividades na natureza.

Você já praticou alguma atividade de turismo de aventura e ecoturismo? Tem vontade de fazer alguma? Conta pra gente nos comentários.

Comentários no Facebook

Veja também

Trilhas de longo curso cover

Trilhas de longo curso

Tour Operator Scholarship Program da Adventure Travel Trade Association (ATTA)
10 motivos para contratar a Nattrip
viagem a trabalho
Por que ter um Blog

Por que ter um blog?

Dinâmicas de Grupo Motivação
dinâmicas de grupo para empresas
Value Proposition Canvas - 3
Redator
Ananda Mira

Ananda Mira

Marketing

26 anos, carioca, formanda em Publicidade e Propaganda pela UFRJ, apaixonada por Marketing Digital e pela natureza!

Mais Recentes
Facebook
Instagram

Novidades

Sochi cidade russa virou modelo para o turismo do país

E-Book Rio de Janeiro

Chapadas-do-brasil-cover

Chapadas do Brasil

Parceria Rio Eco Pets

Parceira Rio Eco Pets

Turismo Brasileiro Liberação dos Jogos

Apoiadores e Parceiros

Receba nossas novidades