Agência de Turismo e Operadora de Turismo - Blog Nattrip

Pernoites e clima durante a peregrinação a Santiago de Compostela

Pernoites e clima durante a peregrinação a Santiago de Compostela são assuntos importantes que exigem que você tenha uma boa noção de quando e como pretende fazer o Caminho. Melhor dizendo: vai depender da época do ano em que você estará percorrendo as trilhas do Caminho de Santiago, qualquer que seja a rota escolhida.

O clima

Vamos supor que seja a mais popularmente trilhada, isto é, o Caminho Francês para Santiago de Compostela. Se você vai peregrinar na primavera ou outono, isso ainda é um tanto distante do verâo, irá encontrar temperaturas à noite, de madrugada e pela manhã cedo próximas a zero graus. Isso acontece principalmente nos locais mais elevados do Caminho de Santiago, cruzando os Pirineus, em alguns trechos altos da Navarra ou da Galícia por exemplo.

Um tanto distante do verão quer dizer, por exemplo, em fins de abril ou início de maio, na primavera. No outono, em fins de outubro ou início de novembro. Nas épocas mais próximas do verão (ou no próprio verão) essa questão de usar um saco de dormir para manter a temperatura corporal adequada passa a ser irrelevante. Mas por outro lado, no verão a quantidade de peregrinos tende a aumentar muito, por ser época das férias escolares no continente europeu todo (e muitas pessoas que trabalham por lá também tiram férias nessa época).

As dificuldades de peregrinação em inverno

Já no inverno pernoites e clima durante a peregrinação têm mais importância. Esta é época em que não recomendamos a você planejar a sua peregrinação pelo Caminho de Santiago. Aqui, a questão das baixas temperaturas, e de como se proteger delas ao dormir, passa a ser ainda mais crucial, chegando ao ponto de tratar-se de uma questão de sobrevivência mesmo.

No inverno, durante a noite (e de manhã cedo também) as temperaturas ficam muito baixas ao longo do Caminho de Santiago. Nos lugares mais altos, elas facilmente caem abaixo de zero graus Celsius nestes horários. Isso pode trazer problemas para o seu organismo, pois ter um resfriado ou choque térmico fica mais provável de acontecer. Além disso, problemas musculares podem ocorrer com mais frequência devido ao esforço conjugado com o frio intenso.

Pernoites e clima durante a peregrinação

Outra dificuldade que pode inclusive tornar perigosa a peregrinação é a ocorrência de nevascas. Ou mesmo neve que já tenha caído há alguns dias e que congelou no solo, tornando as trilhas muito escorregadias, podendo provocar quedas com sérias consequências. Apesar disso, dependendo dos trechos escolhidos durante o período de inverno, no Caminho Francês ou Caminho Central Português para Santiago de Compostela, pode ser possível peregrinar com um grau de segurança ainda aceitável. Mas como regra geral, não recomendamos se programar para fazer sua peregrinação durante o inverno, pelas razões acima indicadas.

Os albergues

Ao longo do Caminho Francês para Santiago de Compostela, há albergues que contam com um bom sistema de calefação interna. Mas outros não. Então é melhor estar prevenido. Claro que se sua intenção é se hospedar em hotéis, essa questão de ter saco de dormir passa a ser irrelevante.

Pernoites e clima durante a peregrinação

E nos albergues onde a calefação interna é boa, o saco de dormir passa a ser uma opção de apenas substituir a roupa de cama (que nem sempre estará disponível a todos os peregrinos albergados por parte da administração do local, principalmente nos períodos de maior movimento). Se há um desejo, um planejamento ou intenção de por exemplo dormir sob o céu estrelado um ou outro dia ao longo da peregrinação (para sentir o que os que trilhavam estes caminhos durante a Idade Média, ou mesmo antes, sentiam), então o saco de dormir passa a ser um item absolutamente essencial. Neste caso, além dele, será necessário levar também um isolante térmico, já que ao relento haverá muita troca de calor com o terreno onde pernoitar.

Comentários no Facebook

Redator
Paulo Fernandez

Paulo Fernandez

Consultor Santiago de Compostela

Paulo Fernandez é consultor da Nattrip para a peregrinação à Santiago de Compostela, tendo concluído o Caminho Francês desde Saint-Jean-Pied-de-Port em 1999.

Mais Recentes
Facebook
Instagram

Veja também

Chapadas-do-brasil-cover

Chapadas do Brasil

O-que-fazer-em-Visconde-de-Maua
Ilha Grande Reserva cover
Trilhas de longo curso cover

Trilhas de longo curso

Documentários sobre a peregrinação para Santiago de Compostela

Novidades

Sochi cidade russa virou modelo para o turismo do país

E-Book Rio de Janeiro

Chapadas-do-brasil-cover

Chapadas do Brasil

Parceria Rio Eco Pets

Parceira Rio Eco Pets

Turismo Brasileiro Liberação dos Jogos

Apoiadores e Parceiros

Receba nossas novidades