Blog Nattrip Portugal

Rota Vicentina – Os trilhos da Costa Vicentina

A Rota Vicentina foi inaugurada em 2012 e desenvolvida em conjunto com as entidades públicas e empresários locais que apostam muito no turismo de natureza nessa região. Os trilhos da Costa Vicentina formam um dos roteiros de longo percurso mais famosos de Portugal.

Para quem gosta de uma boa caminhada, apresenta paisagens magníficas da costa de Portugal, e com ótimos lugares para experimentar a gastronomia regional.

Rota Vicentina 06

A Rota Vicentina

A Rota Vicentina se divide em dois trilhos principais na Costa Vicentina, chamados Trilho dos Pescadores e Caminho Histórico, que totalizam mais de 400 km de caminhada. Há também outras diversas vias circulares disponíveis e caminhos secundários que se pode conhecer.

Rota Vicentina 07

Em 2016, a Rota Vicentina conquistou sua primeira certificação, chamada Leading Quality Trails – Best of Europe. Esta premiação demonstra que a mesma está listada como um dos melhores atrativos de caminhada de longo percurso na Europa. A pesquisa foi feita pela European Ramblers Association, experts em desenvolver longos percursos.

Os trilhos da Costa Vicentina

Rota Vicentina 01

Caminho Histórico da Rota Vicentina

O Caminho Histórico é o percurso mais longo. Tem como início a cidade de Santiago do Cacém e segue até o Cabo de São Vicente, em 230 km, numa rota bastante bucólica. Percorre as principais vilas e aldeias num itinerário rural com vários séculos de história.

Rota Vicentina 02

Com diversos pontos históricos, aldeias, vilas e serras com séculos de história, oferece ainda alguns trilhos da Costa Vicentina, muitos em meios florestais, que pode-se percorrer durante o trajeto. É possível observar os animais rurais típicos da região, como vacas e ovelhas, mas existe ainda uma enorme biodiversidade de fauna para se admirar, especialmente os pássaros.

É um percurso mais indicado para caminhadas, mas é possível realizá-lo com bicicletas. Alguns optam por realizar a rota motorizados, com motos, jipes ou até mesmo carros de passeio. Para estas opções, será necessário verificar os locais com passagem permitida.

Trilho dos Pescadores da Rota Vicentina

O Trilho dos Pescadores é um percurso que acompanha o mar e que oferece muitas vistas panorâmicas para os pesqueiros e praias. Com início em Porto Covo, prossegue até o Cabo de São Vicente, num total de 120 km, que podem ser percorridos a pé ou em bicicleta.

Por conta da quantidade de areia, em alguns pontos do percurso o uso das bicicletas pode se tornar bastante complicado.

Rota Vicentina 03

É importante saber que é um passeio com limitação de pessoas por grupo. São permitidos um máximo de 20 pessoas em cada grupo. Há indicações e também algumas restrições durante todo o percurso. Não é recomendável para pessoas com vertigens ou medo de altura.

Percursos Circulares da Rota Vicentina

Para quem tem pouco tempo, alguma dificuldade ou baixa resistência física, poderá optar pelos percursos circulares. São trilhos mais curtos sempre com início e fim no mesmo local. São trilhos alternativos na Costa Vicentina, que na maioria das vezes levam o ecoturista a algum atrativo da região.

São também uma ótima opção para os turistas com veículos que desejam realizar uma caminhada prática e rápida.

Rota Vicentina 04

Existem 24 percursos entre Santiago do Cacém e Lagos, que complementam e enriquecem os clássicos Caminho Histórico e Trilho dos Pescadores. Juntos, os percursos circulares totalizam 263 km de trilhos.

Cada etapa nunca tem mais de 25 quilômetros e pode ser realizada em apenas um dia. O turista que escolhe como quer fazer a rota; com a possibilidade de experimentar apenas as que melhor se adequarem às preferências ou condições físicas.

É de suma importância seguir as regras e indicações disponibilizadas pela Associação Rota Vicentina, que é a entidade de administração turística do roteiro. Desta forma, será possível curtir o ambiente natural, deixando um impacto mínimo, sustentável, seguro e sem maiores problemas.

A Associação Rota Vicentina

A Rota Vicentina – Associação para a Promoção do Turismo de Natureza na Costa Alentejana e Vicentina, é a entidade responsável pela gestão, integração, estímulo, desenvolvimento e promoção dos trilhos pedestres da Rota Vicentina, assim como da oferta turística associada. Saiba mais sobre a associação Rota Vicentina!

Rota Vicentina 05

Horários de funcionamento (Atenção, os horários de funcionamento e as indicações de serviço serviços podem mudar sem prévio aviso. Para a informação oficial visite o website da Associação Rota Vicentina).

  • Segunda-Feira: 09:30 – 17:30
  • Terça-Feira: 09:30 – 17:30
  • Quarta-Feira: 09:30 – 17:30
  • Quinta-Feira: 09:30 – 17:30
  • Sexta-Feira: 09:30 – 17:30

Endereço: Passeio Quinta da Estrela, 3, Odemira, Portugal.

Como chegar na Rota Vicentina?

O circuito está localizado entre Lisboa e o Algarve, passando pelo Alentejo. É possível chegar nas principais localidades da Rota Vicentina com ônibus/autocarro, veículos próprios como carros e motos, e também de trem/comboio.

Também é possível voar para Lisboa ou Faro a partir das principais capitais da Europa. O aeroporto de Lisboa fica localizado no norte da Rota Vicentina e o de Faro no sul. Apesar de Lisboa ter mais disponibilidade de transportes públicos, é possível ir para ambos locais e retornar também com transportes públicos.

A Rota Vicentina é uma trilha de longo percurso constituída por diversos trilhos menores de forma que o visitante também pode contar com os serviços de táxi local.

Táxis e Transfers na Rota Vicentina

Existe oferta de táxis e transfers que ajudam a ter maior flexibilidade para aproveitar a região. O turista pode contar com este serviço de transportes para se locomover do alojamento até o trilho, para o transfer de bagagens, para a estação mais próxima, aeroportos, etc.

O custo do serviço de táxis é aproximadamente de 1€/km e se calcula incluindo a ida e a volta.

O que fazer na Rota Vicentina

As atividades e programas propostos pela Rota Vicentina são muito diversificados. Alguns podem durar algumas horas, outros o dia inteiro. Percorrer a Rota completa por algum de seus trilhos certamente tomará múltiplos dias, dependendo de sua escolha.

Entre as vielas das aldeias, há diversas tradições regionais. Uma cultura bastante evidente que se faz principalmente de artesanato. Há desde workshops para crianças a aulas de surf para todas as idades. O turista também pode se aventurar em passeios com cavalos e massagens relaxantes.

Rota Vicentina 08

Há algumas empresas que montam pacotes para a Rota Vicentina, onde pode-se incluir os alojamentos e outros serviços, como:

  • Guias Especializados
  • Atividades de Birdwatching, Surf, Mergulho, entre outras.
  • Experiências de Pesca
  • Passeios de Barco
  • Aluguel de Bicicleta
  • Passeios à Cavalo
  • Atividades tradicionais regionais para desfrutar de uma experiência completa.
Redatoras
Paola Manacelli Cavalcanti

Paola Manacelli Cavalcanti

Turismóloga

Formada em Turismo pela Universidade Anhembi Morumbi, meu interesse sempre foi conhecer o mundo e colecionar histórias dos lugares incríveis por onde passar. Meu objetivo é proporcionar e compartilhar o mesmo sonho com outros viajantes ao redor do mundo.

Laís Vieira dos Santos

Laís Vieira dos Santos

Turismóloga

Formanda em Turismo pela Universidade Anhembi Morumbi em São Paulo, Laís busca conquistar diferentes oportunidades pelo mundo, disposta a adquirir mais conhecimento e vivenciar novas experiências.

Posts mais recentes

Quer fazer parte do clube?

Outros posts interessantes
pastel de belem cover
Rota Jacobea cover2