Agência de Turismo e Operadora de Turismo - Blog Nattrip

Ao invés de pedir um reembolso, simplesmente adiar planos pode ser uma ajuda maior do que você imagina.

Não parece certo pensar em viajar neste momento, mas com certeza terá vontade depois. E até que tenha, há muitas pessoas por aí contando com o turismo. Em média 10% do mundo trabalha no turismo, principalmente de pequenas empresas locais, sejam operadoras, pousadas, restaurantes ou artesãos. E agora, a

maioria dessas pessoas perderam o emprego sem aviso prévio. Não apenas os agentes de viagens ou comissários de bordo que estão de férias, mas os guias do Monte Roraima, os donos de quiosques do Rio de Janeiro. Todos eles dependem do turismo. Em breve eles não terão nada. “Estamos juntos nisso” – esse é o sentimento e o espírito dessa nossa querida comunidade. Adie, não desmarque a sua aventura. Agora que nos afastamos, os anfitriões estão mais ansiosos do que nunca para nos receber. Como amantes de viagens, após essa crise passar devemos ir os hotéis pequenos e independentes, isso é mostrar sensibilidade e apoio. Ou então eles podem não estar lá na nossa próxima visita. Não se trata apenas de empresas que perdem reservas, mas de todos os indivíduos das cadeias de suprimentos que dependem dessa receita


Remarcar a sua viagem

Quando se trata de cancelamentos, o que é essencial é procurar flexibilidade. Não apenas os hotéis e as operadoras perderam todos os seus clientes, mas todas as reservas que possuíam exigem muitas horas de trabalho para serem substituídas. Com receita zero, vamos imaginar como deve estar do outro lado. Hospitalidade vem do grego filonexía. Isso se traduz, em mostrar bondade para com um estranho. Na Grécia antiga, era considerada uma das grandes virtudes: o respeito e a honra demonstrados de anfitrião a visitante eram a gênese da hospitalidade, também cabe a nós ainda nos tempos atuais mostrar bondade.

Agentes de viagens estão nos mostrando seu valor. Anos de construção de conhecimento para que eles possam compartilhar o que aprenderam e histórias para garantir o maior número de opções e ofertas. Tempos como esse certamente demonstram a vantagem de reservar através de uma agência de pessoas e boa reputação; eles conhecem os mínimos detalhes, de todo o processo, como a palma da mão. E isso merece nossa lealdade. Quais são os nossos direitos? Bem, o SETO (Syndicat des Entreprises du Tour Opérating) na França acabou de aprovar junto ao governo para adiar viagens e emitir cupons para os clientes, em vez de oferecer reembolsos. Parece duro, mas talvez devamos adiar e nos sentirmos cúmplices ao invés de solicitar o ressarcimento. Será melhor para todos a longo prazo.

Quando tudo se normalizar e for retomado, tenhamos em mente, mais do que nunca, o poder que os clientes terão nas mãos para ajudar a curar um mundo pós COVID-19. Não vamos procurar oportunamente as ofertas mais baratas; ao invés disso, pense em todos os elos da corrente de suprimentos que dependam de nosso dinheiro. Considere como viagens futuras tem um efeito positivo. Segundo as Nações Unidas, para cada 500,00 reais gastos por um viajante de um país desenvolvido, apenas 25,00 ficam na economia em desenvolvimento local, precisamos considerar esse dado quando fizermos o planejamento de nossas viagens.

À medida que pensamentos sobre vidas orgânicas e livres de plástico são despertados e valorizados, continue alimentando essa consciência para um bem maior quando se trata do mundo em geral. Pense em todas as pessoas mais vulneráveis no fim das cadeias de suprimentos, nas partes menos desenvolvidas e estruturadas do mundo, que estão tendo todo fluxo de turismo cortado. “O reagendamento de férias também nos dá algo para esperar e nos ajuda a ver uma luz no fim do túnel”, diz James Jayasundera, fundador da Ampersand Travel. “Se nos preocupamos com todos esses serviços que melhoram nossas vidas, também precisamos cuidar deles. Planejar um novo feriado ou até adiar ajudará a dar esperança.”

O que esse vírus imprevisível nos mostrou é que estamos todos conectados. A natureza é uma sequência de sistemas em circuito fechado, é uma economia conectada onde todas as atividades são pagas adiante e o dinheiro roda em todos os aspectos. Vamos nos unir para assumir a liderança da natureza e conseguir melhorar a saúde para os necessitados durante esses tempos, críticos, incertos e sem precedentes. Enquanto esperamos, sem saber como isso vai se desenrolar, precisamos cuidar um dos outros e do mundo onde habitamos.

Comentários no Facebook

Redator
Rodrigo Monteiro

Rodrigo Monteiro

Marketing

21 anos, Carioca, estudante de Administração, Apaixonado pelo Rio de Janeiro.

Mais Recentes
Facebook
Instagram

Veja também

Após Confinamento Corona Virus procure realizar mais atividades ao ar livre
Chapadas-do-brasil-cover

Chapadas do Brasil

O-que-fazer-em-Visconde-de-Maua
Ilha Grande Reserva cover
Trilhas de longo curso cover

Trilhas de longo curso

Pernoites e clima durante a peregrinação

Novidades

E-Book Rio de Janeiro

Parceria Rio Eco Pets

Parceira Rio Eco Pets

Como chegar na Pedra da Gavea Nattrip
Trekking Isla Grande 360° 5
24-horas-em-Sao-Paulo-COVER

24 horas em São Paulo

Apoiadores e Parceiros
Receba nossas novidades